Normas processuais consuetudinárias

33

Autor: Marcus Seixas Souza

Capa de Livro: Normas processuais consuetudinárias

“O trabalho é espetacular. Além de bem escrito e com vasta pesquisa, Marcus contextualiza historicamente o problema, demonstra a sua importância atual, inclusive a partir de reflexões sobre a "soft law", e aponta para o desenvolvimento futuro do papel dos costumes no Direito Processual. Com ele, Marcus se junta a Paula Sarno Braga, Lorena Barreiros (as duas na banca de doutorado desta tese, por acaso) e Minami como os quatro orientandos que fizeram a dobradinha mestrado-doutorado sob minha orientação. A tese dá concretude, ainda, a uma das linhas de pesquisa do meu Grupo de Pesquisa, vinculado à UFBA: o desenvolvimento de uma nova teoria das fontes das normas processuais, com trabalhos já publicados sobre os precedentes, os negócios jurídicos processuais e as normas processuais estaduais, e com outros em andamento sobre os regimentos internos dos tribunais e sobre os atos de concertação para fins de cooperação judiciária”

Trecho:

Como citar este livro:

SOUZA, Marcus Seixas. Normas processuais consuetudinárias: história, teoria e dogmática. Salvador: JusPODIVM, 2019.  253 p.