Tête-à-tête: Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre

42

Autora: Hazel Rowley

Capa de Livro: Tête-à-tête: Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre
Biografia focada na relação amorosa de Jean-Paul Sartre e Simone de Beauvoir confirma a enorme influência do casal de escritores sobre o pensamento político e a moral de sua época.O impacto da obra de Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre no pensamento moderno é inestimável, mas o casal de escritores-filósofos-existencialistas é lembrado igualmente pela vida que levou. Eram brilhantes, corajosos, indivíduos profundamente inovadores.Em"Tête-à-Tête", a biógrafa Hazel Rowley nos oferece o primeiro retrato duplo dessas duas figuras colossais e sua intensa e turbulenta relação. Através de entrevistas originais e acesso a material inédito, Rowley os retrata de perto, em seus momentos mais íntimos. Testemunhamos Beauvoir e Sartre em seu círculo social, descobrimos a natureza dos seus múltiplos relacionamentos românticos, que rompiam os padrões culturais e morais da época. Sarte e Beauvoir tiveram vidas afetivas e sexuais intensas e abertas, chegando a se envolver simultânea e separadamente com o mesmo amante. O livro também relata relações intensas, tempestuosas e duradouras, com a que juntou Beauvoir e o romancista Nelson Algren. Também os seguimos em suas muitas viagens, envolvendo encontros com personalidades como Franklin Roosevelt, Nikita Kruschev e Fidel Castro, conhecendo ainda seus esforços para protestar contra as guerras na Argélia e no Vietnã. Conferimos as conversas do casal sobre clássicos de Sartre como" A Náusea", "O Ser e o Nada" e "As Palavras", e sobre as obras-primas de Beauvoir "O Segundo Sexo" e "Os Mandarins", além de suas memórias. E ficamos sabendo das angustiadas discussões que levaram Sartre a recusar o Prêmio Nobel.

Como citar este livro:

ROWLEY, Hazel.  Tête-à-tête: Simone de Beauvoir e Jean-Paul Sartre. Tradução Adalgisa Campos da Silva.  Rio de Janeiro: Objetiva, 2006. 462 p.